Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



SciSkin | Primeiras rugas: Como se formam e como prevenir

por A Girl in Mint Green, em 25.03.15

Os cremes de prevenção para as primeiras rugas já fazem parte da minha rotina de pele há cerca de um ano. Quando digo isto a algumas pessoas, a maior parte das vezes ouço coisas como "O QUE!? Anti-rugas? Mas tu só tens 25 anos!" ou ainda "Estás maluca? Isso é uma coisa de velhotas, só te faz mal à pele, ainda és tão nova para essas coisas". Pois é minhas amigas, é precisamente nesta idade que devemos começar a usar produtos anti-idade. E este tipo de produtos não são obrigatoriamente para pessoas mais velhas. Claro que quando falamos em anti-rugas, associamos imediatamente a alguém mais velho, mas hoje em dia existe uma diversidade enorme de produtos anti-rugas, para as prevenir e reduzir as mesmas em diversas fases do seu desenvolvimento. Mas para percebermos melhor a necessidade de prevenir, convém explicar como ocorre a sua formação.

 

.Formação rugas.jpg

De uma forma simplista, a pele é constituida por duas camadas: a epiderme e a derme. A mais externa, a epiderme, está em contacto com o exterior e é fundamental para nos proteger das várias agressões ambientais. Imediatamente abaixo encontra-se a derme, que contém os elementos estruturais da pele. Estes são essencialmente proteínas que fornecem à pele a sua estrutura e elasticidade, como a elastina e o colagénio. Estes componentes estrurais, estas proteínas, são produzidas por células da nossa pele. E é aqui, na derme, que começam os nossos problemas com as rugas. À medida que vamos ficando mais velhas, as células que produzem os componentes estruturais da pele dividem-se mais lentamente e consequentemente também produzem menos proteínas. O que acaba por acontecer é que ficamos com a estrutura da nossa derme mais debilitada. Aquela rede de proteínas que era tão coesa começa a degradar-se progressivamente. O resultado disso é muito fácil de perceber: nas zonas onde a estrutura da derme é mais frágil, a pele acaba por ceder e formar uma deformação. Imaginem uma casa com um forte telhado, mas com uns alicerces fracos. O que acontece é que o telhado não tem suporte e abate. O mesmo acontece com a nossa pele. Assim se formam as rugas! E este fenónemo começa já por volta dos 25 anos de idade, com o aparecimento de linhas finas, que com o tempo vão ficando mais profundas. Por isso, na minha opinião, acho que devemos tentar prevenir desde o início. Devemos ainda ter atenção a alguns comportamentos que só agravam o envelhecimento da pele, como é o caso da excessiva exposição solar, a falta de anti-oxidantes na nossa dieta e fumar.

Como disse anteriormente, já comecei a usar alguns produtos anti-envelhecimento apropriados para a minha idade e deixo-vos aqui as minhas sugestões para pessoas entre os 25 e os 30 anos.

 

- Isoliss da Uriage

Isoliss Uriage.png

Para ter uma ideia dos constítuintes destes produtos e da minha opinião, podem ler este post. E podem encontrar também estes produtos aqui e aqui

 

- Caudalie Polyphenol C15

Caulalie polyphenol.jpg

 

Esta gama da Caudalie possui propriedades anti-oxidantes bem como filtros solares UVA/UVB, para proteger a pele do aparecimento das primeiras rugas. Neste momento, estou a usar o creme de olhos e lábios desta gama e estou a gostar bastante. Podem encontrar estes produtos aqui e aqui

 

- Normaderm da Vichy

Normaderm Vichy.jpg

 A Vichy desenvolveu esta gama especialmente para pele oleosa e com imperfeições. E desta gama faz parte este creme anti-idade, que não só reduz o brilho e as imperfeições de uma pele oleosa, como também ajuda na prevenção das primeiras rugas. Possui constituintes que estimulam a renovação celular, bem como agentes anti-oxidantes. O meu Isoliss da Uriage está mesmo mesmo a terminar, pelo que vou agora começar o Normadem da Vichy. Podem encontrar este creme aqui e aqui

 

 E por ai, quem tem entre 25 e 30 e também já usa produtos anti-envelhecimento? :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

SciSkin | Ecophane

por A Girl in Mint Green, em 16.12.14

TEXT HERE.png

Como já referi em alguns posts anteriores, sofro de alopécia. Ou seja, tenho queda de cabelo mais regularmente e algumas regiões com menos cabelo, principalmente na zona da frente, junto à testa. Com a chegada do Outono, a situação agrava-se ainda mais e a queda fica mais intensa. Durante vários anos fiz um tratamento com medicação um pouco forte, mas tive de deixar porque esses medicamentos causaram-me problemas de fígado. Então tentei procurar alternativas mais saudáveis para o organismo, como suplementos alimentares. Pesquisei em muitos sítios, falei com algumas pessoas e uma grande maioria recomendou-me tomar Ecophane em pó, garantindo-me que resultava mesmo. Existe também o Ecophane em comprimidos, mas o que me disseram é que a versão em pó tem um efeito mais rápido. O que faz algum sentido, porque produtos em pó, como medicamentos e suplementos, são mais rapidamente absorvidos no estômago. Como o Ecophane em pó foi o suplemento mais recomendado e com o feedback mais positivo, decidi comprar e começar o tratamento. Comecei em Agosto, nas férias de Verão, porque a minha queda começa já aí e achei boa ideia atacar logo o problema. Idealmente, até deveria ter começado um pouco antes disso. O Ecophane em pó vem numa lata e cada lata dá para aproximadamente um mês, um mês e pouco. Sendo que o tempo minimo recomendado para o tratamento é de três meses, temos de comprar três latas de Ecophane. Neste momento já terminei o tratamento e digo-vos... O resultado é IN-CRÍ-VEL!!! Acreditem, eu já experimentei muita coisa para queda de cabelo... Meeeeesmo muita coisa! Há coisas que me ajudaram um pouco, outras quase nada. Mas nenhum produto me fez crescer cabelo novo como o Ecophane!

Sendo este um post da rubrica SciSkin, vou explicar direitinho os componentes do Ecophane e qual a sua actuação no crescimento do cabelo.

Vamos começar pelo zinco... Este é um mineral que ajuda a manter os fios de cabelos fortes e saudáveis, pois promove a síntese da cisteína, um aminoácido que faz parte da estrutura da cabelo. Quanto temos falta de zinco, os cabelos tornam-se mais quebradiços e demoram a crescer novamente. Se surgem cabelos brancos e cálvice muito precocemente, pode significar que a pessoa tem uma deficiência em zinco. Por outro lado, o zinco também ajuda a manter o couro cabeludo devidamente hidratado e a prevenir a caspa.

Um outro mineral presente no Ecophane é o magnésio. Este participa na renovação celular, estimulando por isso o crescimento de cabelo novo para substituir aquele que caiu. Tal como o zinco, o magnésio também promove a síntese da cisteína.

Na composição do Ecophane estão também as vitaminas do complexo B: vitamina B5, B6 e B8. Estas vitaminas deste complexo trazem inúmeros benefícios, sendo que neste caso se destaca a sua acção na saúde do cabelo e pele. No caso da vitamina B5, também chamada de ácico pantoténico, actua na raiz do cabelo, promovendo o seu crescimento rápido, com maior força e espessura. Já a vitamina B6, ou piridoxina, favorece o metabolismo dos aminoácidos, constituintes da queratina do nosso cabelo. Ou seja, também vai acabar por estimular o crescimento e renovação. Por fim, a vitamina B, a famosa Biotina, quase que dispensa apresentações! Já se sabe que pode ser usada em tratamentos de queda de cabelo, pois actua no folículo piloso do cabelo, fortalencendo o fio e previne assim que o cabelo caia.  

HelloDecember.png

 

Para finalizar, tomar o Ecophane é mesmo simples. Bastam 3 colheres por dia, dissolvidas num copo grande com água. O sabor é relativamente agradável, meio frutado. Na minha opinião, bebe-se muito bem.

Foi um post um pouco longo, mas acho que o tema e o produto merecem :) Agora já descobri o meu tratamento ideal para a queda e certamente irei fazer todos os anos, se for possível.

Se estiverem interessadas em comprar o Ecophane em pó, podem faze-lo aqui ou aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

SciSkin | O cálcio e a nossa pele

por A Girl in Mint Green, em 27.08.14

 

Se pensarmos em cálcio, a primeira coisa que nos vem à cabeça são os produtos lácteos, que são uma grande fonte de cálcio. E estes produtos são frequentemente recomendados para fortalecer os ossos. No entanto, o cálcio pode ter um papel importante em vários outros orgãos do nosso corpo, nomeadamente na pele. 

Todos nós sabemos que a pele é a primeira barreira de defesa do nosso organismo contra as agressões externas, pelo que é fundamental que esta se mantenha saudável. A sua função de barreira é executada através da regulação da quantidade de água da pele. Este tecido é constituido por células e outros componentes como lípidos (gorduras), que mantêm um nível de hidratação óptimo na nossa pele. Mas onde entra o cálcio nesta história toda? 

Pois bem, o cálcio participa na regeneração dos componentes que asseguram a hidratação da pele. Por exemplo, o cálcio está envolvido na produção de gorduras e também assegura que as células estejam a desempenhar a sua função correctamente. Alterações nos níveis de cálcio fazem com que a pele se torne desidratada (seca) e mais vulnerável às agressões ambientais. De facto, doenças de pele como a psoríase estão associadas à perda dos níveis de cálcio na epiderme (camada mais externa da pele). Alterações dos níveis de cálcio acontecem também com o aumento da idade, em que a pele se torna mais sensível. 

Como podem ver, o cálcio é muito importante para a saúde da nossa pele. Assim sendo, devemos fazer uma alimentacão saudável e assegure a quantidade de cálcio que necessitamos. Tal como disse anteriormente, quando pensamos em cálcio associamos logo a lacticínios, como leite ou queijo. Mas existem muitos outros alimentos ricos em cálcio, como o espinafre, bróculo, laranja, kiwi, amendoa, soja, sardinha e salmão, entre outros.

Para dar uma ajuda extra na manutenção do cálcio na pele, existem alguns produtos com cálcio na sua composição, sendo que alguns deles são tratamentos anti-idade. Alguns exemplos:

 

- Produtos com água termal de marcas como a Avène, La Roche-Posay, Vichy e Uriage. A água termal possui não só o cálcio, mas outros minerais como o zinco e o enxofre;  

- Cremes de rosto da gama Nivea Vital;

- Creme de rosto anti-idade L'oréal Age Perfect Pro-Calcium.

 

Gostariam de ver mais posts como estes na rubrica SciSkin? Deixem a vossa opinião nos comentários! :)

 

 Até breve!

Autoria e outros dados (tags, etc)

SciSkin | Now reading...

por A Girl in Mint Green, em 31.07.14

Um acontecimento recente no meu trabalho obrigou-me a ter de pesquisar umas coisas e levou-me até este livro... E devo dizer-vos que fiquei verdadeiramente fã!

 

 

Fonte: bookzz.org
Para alguns de vocês pode ser uma leitura muito pesada e demasiado técnica. Este livro aborda o lado científico dos cosméticos e é direccionado essencialmente para pessoas que os produzem ou que os analisam em termos de controlo de qualidade. Mas tal como vos disse anteriormente, o meu gosto pela cosmética aliado à minha formação académica permite com que este livro se torne muito interessante para mim! O livro aborda os vários tipos de pele, as suas características e técnicas para avaliar o estado da pele. Por exemplo, referem técnicas laboratoriais para avaliar o estado de hidratação da pele ou o nível de rugas. Eu, que adoro cosméticos e passo grande parte da minha vida de bata branca e enfiada no laboratório, acho isto o máximo!
Um outro aspecto do livro que gostei foi a abordagem do pH e da flora natural da pele e como os devemos controlar para manter a pele o mais saudável possível. Este livro aborda também vários tipos de produtos cosméticos, desde champô, condicionador, protector solar, passando pelos vernizes e até mesmo abordando produtos para bebés. É mesmo completo! Refere a constituição química dos mesmos, os componentes que devemos evitar e aqueles que estão em desenvolvimento e que são promissores. Por fim, refere ainda uma parte sobre a abolição dos testes em animais e da regulamentação que exige hoje em dia nesse sentido. É algo que também valorizo muito! Ainda não o li todo e possivelmente não o irei fazer porque das cerca de 1000 páginas, há partes que não me interessantam tanto.
Claro que isto não é leitura de mesa de cabeceira, nem a que vou levar comigo nas férias... Mas será certamente um livro que irei consultar com alguma frequência para ter conhecimento sobre determinados produtos e, como não poderia deixar de ser, vou partilhar o que descobrir com vocês! :)
Catarina C.

Autoria e outros dados (tags, etc)

SciSkin | Isoliss da Uriage

por A Girl in Mint Green, em 20.07.14

No mês de Maio fiz um post sobre a minha encomenda na Skin.pt. Se bem se lembram, encomendei um creme de rosto e outro de olhos da gama Isoliss da Uriage para as primeiras rugas. Em Maio fiz 25 anos e dizem que é a idade que devemos começar os tratamentos anti idade. Já passaram cerca de dois meses desde que comecei a usar estes dois cremes e já tenho uma opinião formada sobre eles. Como não poderia deixar de ser, venho partilhá-la com vocês.

 

 
Primeiro é importante dizer porque escolhi estes cremes. O que mais me chamou a atenção foi o creme de olhos, que além de uma acção anti idade para as primeiras rugas, promete também um efeito anti papos e anti olheiras. "Mas que perfeito!", pensei eu. Para quem não sabe, eu tenho umas olheiras muito escuras, dignas de serem chamadas de olhos de panda. Daí que achei excelente combinar as duas coisas num produto só, reduzir as rugas e as olheiras. Depois achei que seria melhor usar a mesma gama no rosto. Relativamente ao creme de rosto, a marca oferece um para pele normal a mista e outro para normal a seca. Comprei o de pele normal a seca, embora não seja bem esse  meu tipo de pele. Na altura não havia o de pele mista, mas como é um produto que escolhi usar durante a noite, um pouco mais de hidratação não faz mal nenhum. Optei por usar apenas à noite porque é a altura em que há maior regeneração da pele. E de dia opto por usar outros cuidados de rosto, como por exemplo produtos com protecção solar.

A minha opinião sobre estes dois cremes é positiva. Começando pelo creme de rosto, a marca promete alisar as rugas, conferir à pele um aspecto saudável, eliminando os sinais de fadiga, bem como fornecer alguma hidratação.

 

 
Devo dizer que este creme faz realmente tudo o que promete! Eu tenho rugas de expressão na testa bem pronunciadas e depois de aplicar este creme durante alguns dias, noto que essas rugas estão muito menos pronunciadas e mais lisas, perdendo bastante a sua profundidade. A pele fica muito suave e com um aspecto saudável e luminoso, bem como devidamente hidratada. Vamos lá explicar o porquê de isto acontecer...
 
- Ácido hialurónico: este constituinte existe naturalmente na nossa pele. Quando somos jovens, este existe em grandes quantidades, tornando a pele lisa e elástica. Com o passar dos anos, diminui a quantidade de ácido hialurónico e a pele torna-se menos lisa e elástica, acabando por "colapsar" em certas zonas, o que contribui para o aparecimento das rugas. O ácido hialurónico presente no creme vai ajudar a combater o aparecimento de rugas, fornecendo uma dose "extra" deste componente para a nossa pele, para que esta não se degrade tão rapidamente.
 
- Anti-hialuronidase: a hialuronidase é uma enzima que degrada o ácido hialurónico, pelo que irá contribuir para o envelhecimento da pele. O creme contém um composto anti-hialuronidase que, tal como o nome indica, vai impedir que esta enzima degrade o ácido hialurónico. Assim, o ácido hialurónico não será degradado tão rapidamente e a integridade da pele será mantida por mais tempo.
 
- Creatina, Vitamina C e E: relativamente à criatina, já devem ter ouvido falar nela associada a rotinas de exercício. Algumas pessoas tomam suplementos de criatina para terem mais energia. E porquê? A criatina é uma molécula que actua no inteior das células, fornecendo energia e aumentando a quantidade de água no seu interior, o que aumenta também o seu volume. Como consequência, há uma expansão do volume das células, o que aumenta a sua densidade muscular e força. Relativamente à pele, vai promover a hidratação, pelo aumento da quantidade de água, levando a uma maior tonicidade do tecido. Já a vitamina C e E possuem uma acção antioxidante, neutralizando os radicais livres produzidos pelas células e causadores do envelhecimento precoce. Assim, estes 3 composto ajudam a prevenir o envelhecimento.
 
Já o creme de olhos, este promete o mesmo que o de rosto no que toca a acção anti envelhecimento. Para além disso, tal como referi antes, promete também acção anti papos e anti olheiras.
 
 
Relativamente à acção anti idade não tenho nada contra. Apesar de não ter muitas rugas na zona dos olhos, noto que a pele ganha mais firmeza e elasticidade, principalmente na zona inferior dos olhos. No entanto, fiquei um pouco desiludida com a acção anti olheiras. Eu tenho a noção que nenhum creme elimina completamente as olheiras. Nenhum mesmo. Mas estava à espera que o efeito fosse mais notório. Reparei que houve uma ligeira melhoria mas nada de extraordinário. Fiquei com pena, porque de resto o creme é muito bom!
 
E por fim, ambos os cremes possuem água termal Uriage, que ajuda na hidratação da pele. São também hipoalergénicos e por isso adequeados para pele sensível. 
 
E vocês, também já possuem uma rotina para primeiras rugas? Que produtos usam? :)
 
Catarina C.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Blogger




Instagram


Parcerias





Bloglovin'


Pinterest