Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Produtos solares: Review

por A Girl in Mint Green, em 23.08.14

Após umas férias muito relaxantes a Sul e à beira mar, venho partilhar com vocês a minha opinião sobre os produtos de protecção solar que levei comigo para os dias de praia e piscina. Levei comigo um protector solar para rosto, outro para o corpo e ainda um para o cabelo. Para além destes três produtos, usei também uma máscara de nutrição para o cabelo da gama solar da L'oréal, mas optei por não fazer review desse produto porque ainda não tenho uma opinião bem formada sobre ele. Vou continuar a usar a máscara durante mais algum tempo e depois logo vos digo se gosto ou não. 

 

 

 

1. Protector para o rosto: Bioderma Photoderm AKN Mat SPF30

 

De tantos protectores solares que existem para o rosto, optei por este da Bioderma por três razões. Em primeiro lugar, promete uma acção matificante, disfarçando os poros dilatados. Tenho bastantes poros dilatados na zona T do rosto, essas malditas reminisciências da adolescência. Desta forma, é sempre bom ter um creme que os disfarce um pouco. E devo dizer que nesse aspecto, este creme funciona que é uma maravilha! A pele fica sem dúvida matificada e os poros disfarçados. Por outro lado, escolhi também este creme por controlar a produção de sebo e ser indicado para peles mistas/oleosas e com tendência acnéica. A minha pele é mista e tem tendência a ganhar algumas borbulhas. E estar ao sol, como todo aquele calor, por vezes deixa um desconforto grande no rosto para quem tem mais oleosidade, porque a pele fica ainda mais gordurosa. Neste aspecto também fiquei muito satisfeita com este protector. Depois de cada aplicação, a minha pele ficava muito sequinha e suave. Nada de desconforto. Por fim, decidi comprar este produto porque é uma marca que já consumo habitualmente e da qual possuo o cartão de fidelidade. Assim, comprei uma marca que gosto, confio e é mais um produto a incluir no cartão de fidelidade (para saberem mais sobre o cartão de fidelidade consultem este post). O único aspecto que não gostei muito neste creme foi o facto de ser um pouco difícil de espalhar no meu rosto. Se fosse um nadinha mais fluído, seria perfeito. 

 

2. Protector para o corpo: Yves Rocher Protectyl Végétal Óleo Acetinado SPF30 

 

A Yves Rocher é a marca que tem os meus produtos solares preferidos! É uma pena não ter uma variedade maior de produtos, porque se assim fosse, certamente que o meu creme protector para o rosto seria também da Yves Rocher. São produtos mesmo muito bons e com um cheiro maravilhoso a Verão, devido aos extractos de flor de Tiaré. Este ano optei por comprar uma das novidades deste Verão na gama de solares da Yves Rocher: um óleo acetinado. Nunca tinha experimentado um protector na forma de óleo e por isso estava curiosa. Como protector funcionou muito bem, zero escaldões. E nem tive de renovar muito ao longo do dia. Mesmo com idas à água, aguentava-se muito bem. Mas o melhor mesmo é a hidratação que o óleo fornece à pele. Após o contacto com o mar, cloro e exposição solar, a pele tem tendência a ficar mesmo seca. Para terem a noção de como a pele ficava bem hidratada com este óleo, eu no final do dia nem sentia a necessidade de usar hidratante! O uso do óleo durante o dia era mais do que suficiente. A pele continuava bem macia. Adorei e voltarei a usar!

 

3. Protector para o cabelo: L'oréal Professionnel Solar Sublime Spray Condicionador

 

Esta foi a maior novidade de todos os produtos solares que usei este Verão. Já andava há algum tempo de olho nesta gama solar da L'oréal, sobretudo por causa deste protector solar para o cabelo. Antes de usar este protector, nunca tinha usado um protector para o cabelo. É um produto que sempre considerei dispensável e preferia investir em produtos mais essenciais. No entanto, este ano assustei-me um pouco com a fragilidade do meu cabelo e consequente queda. Então resolvi investir neste protector, que além da protecção do cabelo, promete também maior suavidade e hidratação. Fiquei bastante satisfeita com resultado! Ao estar com a cabeça ao sol, uma das coisas que normalmente sentia antes de usar o protector era o couro cabeludo muito quente e irritado. Com este spray não senti nada disso! Estava com a cabeça ao sol e sentia-me confortável com isso. Relativamente à hidratação do cabelo, este ficava bastante suave logo depois de aplicar o protector. O cabelo ficava muito macio, solto e brilhante. Como bónus, este spray tem um cheirinho frutado maravilhoso. A mim faz-me lembrar manga e maracujá. Mesmo bom! Aplicava sempre antes da exposição e cada vez que ia à água. No final das férias notei que o meu cabelo ficou muito menos danificado que em anos anteriores. 

 

Esta foi a minha selecção de produtos solares. Agora posso dizer: praia a sério, vemo-nos para o ano! 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

SciSkin | Isoliss da Uriage

por A Girl in Mint Green, em 20.07.14

No mês de Maio fiz um post sobre a minha encomenda na Skin.pt. Se bem se lembram, encomendei um creme de rosto e outro de olhos da gama Isoliss da Uriage para as primeiras rugas. Em Maio fiz 25 anos e dizem que é a idade que devemos começar os tratamentos anti idade. Já passaram cerca de dois meses desde que comecei a usar estes dois cremes e já tenho uma opinião formada sobre eles. Como não poderia deixar de ser, venho partilhá-la com vocês.

 

 
Primeiro é importante dizer porque escolhi estes cremes. O que mais me chamou a atenção foi o creme de olhos, que além de uma acção anti idade para as primeiras rugas, promete também um efeito anti papos e anti olheiras. "Mas que perfeito!", pensei eu. Para quem não sabe, eu tenho umas olheiras muito escuras, dignas de serem chamadas de olhos de panda. Daí que achei excelente combinar as duas coisas num produto só, reduzir as rugas e as olheiras. Depois achei que seria melhor usar a mesma gama no rosto. Relativamente ao creme de rosto, a marca oferece um para pele normal a mista e outro para normal a seca. Comprei o de pele normal a seca, embora não seja bem esse  meu tipo de pele. Na altura não havia o de pele mista, mas como é um produto que escolhi usar durante a noite, um pouco mais de hidratação não faz mal nenhum. Optei por usar apenas à noite porque é a altura em que há maior regeneração da pele. E de dia opto por usar outros cuidados de rosto, como por exemplo produtos com protecção solar.

A minha opinião sobre estes dois cremes é positiva. Começando pelo creme de rosto, a marca promete alisar as rugas, conferir à pele um aspecto saudável, eliminando os sinais de fadiga, bem como fornecer alguma hidratação.

 

 
Devo dizer que este creme faz realmente tudo o que promete! Eu tenho rugas de expressão na testa bem pronunciadas e depois de aplicar este creme durante alguns dias, noto que essas rugas estão muito menos pronunciadas e mais lisas, perdendo bastante a sua profundidade. A pele fica muito suave e com um aspecto saudável e luminoso, bem como devidamente hidratada. Vamos lá explicar o porquê de isto acontecer...
 
- Ácido hialurónico: este constituinte existe naturalmente na nossa pele. Quando somos jovens, este existe em grandes quantidades, tornando a pele lisa e elástica. Com o passar dos anos, diminui a quantidade de ácido hialurónico e a pele torna-se menos lisa e elástica, acabando por "colapsar" em certas zonas, o que contribui para o aparecimento das rugas. O ácido hialurónico presente no creme vai ajudar a combater o aparecimento de rugas, fornecendo uma dose "extra" deste componente para a nossa pele, para que esta não se degrade tão rapidamente.
 
- Anti-hialuronidase: a hialuronidase é uma enzima que degrada o ácido hialurónico, pelo que irá contribuir para o envelhecimento da pele. O creme contém um composto anti-hialuronidase que, tal como o nome indica, vai impedir que esta enzima degrade o ácido hialurónico. Assim, o ácido hialurónico não será degradado tão rapidamente e a integridade da pele será mantida por mais tempo.
 
- Creatina, Vitamina C e E: relativamente à criatina, já devem ter ouvido falar nela associada a rotinas de exercício. Algumas pessoas tomam suplementos de criatina para terem mais energia. E porquê? A criatina é uma molécula que actua no inteior das células, fornecendo energia e aumentando a quantidade de água no seu interior, o que aumenta também o seu volume. Como consequência, há uma expansão do volume das células, o que aumenta a sua densidade muscular e força. Relativamente à pele, vai promover a hidratação, pelo aumento da quantidade de água, levando a uma maior tonicidade do tecido. Já a vitamina C e E possuem uma acção antioxidante, neutralizando os radicais livres produzidos pelas células e causadores do envelhecimento precoce. Assim, estes 3 composto ajudam a prevenir o envelhecimento.
 
Já o creme de olhos, este promete o mesmo que o de rosto no que toca a acção anti envelhecimento. Para além disso, tal como referi antes, promete também acção anti papos e anti olheiras.
 
 
Relativamente à acção anti idade não tenho nada contra. Apesar de não ter muitas rugas na zona dos olhos, noto que a pele ganha mais firmeza e elasticidade, principalmente na zona inferior dos olhos. No entanto, fiquei um pouco desiludida com a acção anti olheiras. Eu tenho a noção que nenhum creme elimina completamente as olheiras. Nenhum mesmo. Mas estava à espera que o efeito fosse mais notório. Reparei que houve uma ligeira melhoria mas nada de extraordinário. Fiquei com pena, porque de resto o creme é muito bom!
 
E por fim, ambos os cremes possuem água termal Uriage, que ajuda na hidratação da pele. São também hipoalergénicos e por isso adequeados para pele sensível. 
 
E vocês, também já possuem uma rotina para primeiras rugas? Que produtos usam? :)
 
Catarina C.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Baby Lips

por A Girl in Mint Green, em 25.06.14

Hoje venho falar-vos sobre a minha experiência com os tão falados Baby Lips da Maybelline. Há algum tempo decidi que me dava jeito um batom hidratante que também tivesse um pouco de cor. Acho muito prática esta acção 2 em 1, para aqueles dias em que queremos hidratar mas também dar uma corzinha. Então resolvi comprar um Baby Lips. Ouvi maravilhas sobre estes hidratantes, ainda por cima com um preço tão acessível (2.99 € num hipermercado Continente). Foi um pouco difícil escolher qual deles comprar, visto que existem quatro cores diferentes: Pink Punch, Cherry Me, Peach Kiss e o Hidrate. Recentemente chegou a Portugal a gama Baby Lips Electro (salvo erro com 3 tons), mas noutros países há uma variedade ainda maior de Baby Lips, como podem ver aqui. Acabei por optar pelo Cherry Me porque a maior parte dos batons que tenho são rosa e queria um tom mais avermelhado.

Cherry Me 015
 

Mas devo dizer-vos que este batom revelou-se uma verdadeira desilusão! O principal motivo pelo qual comprei este batom foi a hidratação. A marca promete 8 horas de hidratação e na minha opinião não cumpre com esta promessa. No momento em que coloco o batom sinto os lábios mais suaves, mas esse efeito passa rapidamente após umas 3 horas. Desta forma, a hidratação que este dá é muito fraquinha, pelo menos para os meus lábios. Tive também a oportunidade de usar quando o tempo estava mais frio e não foi suficiente para hidratar e proteger do frio. Mas nesse tipo de clima já estava à espera que não fosse grande coisa, porque exige um bálsamo mais nutritivo.

Relativamente à cor, gosto bastante do tom cereja que o batom deixa nos lábios. É um cereja muito clarinho e natural, ideal para quando queremos dar alguma cor aos lábios, mas que seja algo muito discreto. 

Apesar da cor bonita e do preço muito em conta, não voltarei a comprar os Baby Lips para um efeito de hidratação. Contrariamente à maioria das opiniões sobre estes hidratantes, a mim não me convenceu!

 

Catarina C. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maleficent: Review (Spoilers)

por A Girl in Mint Green, em 23.06.14

Na passada sexta-feira fui ver Maleficent (Maléfica) da Disney e tal como prometi, venho dar-vos a minha opinião sobre este filme. No geral, eu gostei do filme, deu uma abordagem diferente e bonita ao clássico da Bela Adormecida. Claro que a minha opinião é um pouco suspeita, porque adoro os filmes da Disney. Para aqueles que conhecem bem a história da Bela Adormecida como eu, poderá ser complicado abstrairem-se da versão original. Houve vários momentos do filme que dava por mim a pensar "mas isto não era nada assim!". No entanto, o objectivo era mesmo esse, a história ter uma perspectiva diferente. 

Em Maleficent, a história desenrola-se na perspectiva da vilã Maléfica, que afinal não é assim tão má como pensavamos. Simplesmente foi traída por um velho amigo, o Rei Stephan, pai da princesa Aurora.

 

 

A enorme raiva que sentiu por ter sido traída pelo seu amigo levo-a a lançar a conhecida maldição à princesa Aurora, para se vingar de Stephan. Para os mais esquecidos, a maldição dizia que a princesa, no seu 16º aniversário, iria picar o seu dedo no fuso de uma roca e adormecer para sempre. Esse sono só poderia ser acordado por um beijo de amor verdadeiro.

 

 

Para evitar que isso acontecesse, a princesa foi viver com três fadas. No entanto, Maléfica acompanhou sempre o crescimento de Aurora e os seus sentimentos bons voltaram, afeiçoando-se à criança. Maléfica chegou mesmo a ajudar a criar Aurora às escondidas, porque as outras fadas não percebiam nada do assunto para tratar da criança.

 

 

Essa parte, apesar de ser verdadeira na história original, acho que estava muito exagerada neste filme. Efectivamente as fadas não ligavam nada à princesa Aurora, o que é um exagero visto terem a missão de cuidar de uma princesa. Foi o detalhe que menos gostei no filme, mas também não é nada de grave. Com o passar do tempo, Aurora conheceu Maléfica e adoptou-a como sua fada madrinha. Começaram a conviver e Aurora passava já muito tempo em Moors, o reino mágico de Maléfica, e rapidamente se tornaram muito cúmplices. Obviamente Maléfica arrependeu-se do feitiço que lançou anos atrás e tentou desfazê-lo, sem sucesso. Aurora ficou assim enfeitiçada e precisava de um beijo de amor verdadeiro para quebrar o encantamento.

 

 

E adivinhem lá quem quebrou o feitiço? Pois, essa mesmo. Foi extremamente previsível. Após o beijo daquela que considerava a sua fada madrinha, Aurora acordou e foi viver para Moors, unificando os dois reinos que já há tantos anos se encontravam em conflito. Finalmente houve paz e harnonia entre os dois reinos, tendo eles uma rainha comum, Aurora. E como se costuma dizer: viveram felizes para sempre!

 

 

Não é um excelente filme, mas ainda assim recomendo :)

E por ai, já mais alguém viu? Gostaram?

 

Catarina C. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

La Roche-Posay: Effaclar Duo

por A Girl in Mint Green, em 23.05.14

Num dos posts anteriores contei-vos que a minha pele regressou à adolescência. Voltei a ter a pele mais oleosa e com tendência acnéica. Como tal, tive de mudar a minha rotina de pele para produtos capazes de controlar a oleosidade e reduzir as imperfeições. Tanto na adolescência como mais recentemente, usei alguns produtos para tratar o acne e reduzir as borbulhas. No entanto, todos eles deixavam a minha pele muito seca e por vezes irritada. E, mais do que isso, alguns nem eram muito eficazes a eliminar as imperfeições. Um dia estava à conversa com uma amiga, a queixar-me das malditas borbulhas que teimavam em continuar na minha cara. E ela recomendou-me o Effaclar Duo da La Roche-Posay, um creme indicado para quem possui imperfeições severas (borbulhas e obstrução de poros). Disse-me que estava a resultar bem com ela e notava que tinha menos borbulhas. Eu já tinha usado outros produtos da marca, nomeadamente dois dos seus champôs da gama Kérium, que gosto bastante. Então resolvi apostar no Effaclar Duo.

 

Este creme tem uma textura muito fluída e é muito fácil de espalhar por todo o rosto. Uma coisa que notei após poucas aplicações foi que a minha pele não ficava nada seca. Pelo contrário, ficava devidamente hidratada e suave. Tal deve-se à presença da água termal La Roche-Posay na composição do creme, o que ajuda a hidratar, suavizar e apaziguar a pele. Com mais algumas aplicações, verifiquei que as borbulhas e algumas manchas desapareciam mais rapidamente. Aliás, quando tinha uma borbulha "mais agressiva", levava o creme comigo e ia aplicando algumas vezes durante o dia, em cima da borbulha. No dia seguinte já estava com um aspecto muito melhor, com menos vermelhidão e menor tamanho. Desta forma, confirma-se o que a marca promete: uma acção desincrustante, eliminando as células mortas que obstruem os poros e ajudando a remover as imperfeições. E ter este efeito nas borbulhas sem que a pele fique toda seca e irritada é óptimo. 
Actualmente não tenho muitas borbulhas, pelo que só tenho aplicado o creme uma vez por dia, de manhã. Mas pode ser usado de manhã e a noite. De acordo com a marca, pode também ser usado como base para maquilhagem e não contém parabenos.
Cada embalagem tem 40 mL, o que inicialmente me pareceu pouco. Mas dura muuuito tempo, acreditem. Como é bastante fluído, um pouquinho de creme cobre logo uma grande área.
Este é o meu truque para acabar com as borbulhas. E qual é o vosso? Também gostam do Effaclar Duo?
Um bom fim de semana!
Catarina C.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Blogger




Instagram


Parcerias





Bloglovin'


Pinterest